Acreditamos que todas as crianças podem abraçar quem elas são, podem definir o seu futuro e podem mudar o mundo.
HISTÓRICO

O Oratório Festivo São João Bosco, foi fundado em 1914 pela senhora Genésia Fontes, comumente conhecida como “Mãezinha Bebé”. Conhecedora da obra de Dom Bosco, a quem ela tanto admirava, começou a reunir meninas e adolescentes, sob a sombra de um oitizeiro, no Bairro São José, a fim de possibilitar orientação religiosa, e educacional para a vida.  Em Genésia Fontes, Padre Aníbal Lazzari viu o sonho de atender as meninas se realizar. Deu apoio a ela, incentivando-a a fundar um Oratório para meninas, uma vez que os salesianos já atendiam aos meninos. 
As atividades de catequese e recreação passaram a ser desenvolvida numa pequena casa de palha, num local chamado de “carro quebrado” no município de Aracaju. Anos passaram até que se conseguisse um terreno e se iniciasse a construção do que hoje é o Oratório Festivo, no endereço atual, Av. desembargador maynard, nº1276, Bairro Cirurgia, cidade de Aracaju. Todo construído por partes, conforme as ajudas que recebia e, igualmente as Irmãs que aqui estão.
A senhora Genésia Fontes, nasceu ao 22 de setembro de 1890, na cidade de Riachão do Dantas/Se, filha do casal Sr. Sizino Martins Fontes e Srª. Maria Prima de carvalho Fontes. Família simples, mas que possuía muitos valores e princípios éticos e cristãos. Essa jovem no ardor de sua juventude dedicou-se aos cuidados dos pobres, doentes e à formação e educação de criança e adolescentes oriundas de classe baixa e muitas órfãs, assumindo-as com verdadeira maternidade espiritual e humana.
Ela iniciou a obra numa pequena choupana, e após construiu com auxílio de doações de pessoas da comunidade na obra social, conhecida hoje como “Oratório de Bebé”. A fundadora em sua ousadia jovial, mesmo impedida por sua família iniciou o trabalho social com crianças e adolescentes carentes, apoiada por uma de suas amigas, a Srª. Áurea Vitória de Amorim, na perspectiva educacional e musical.
O Oratório crescia em quantidade de crianças e adolescentes que em 4 anos já eram em número de 300 que recebiam orientação educacional, religiosa e musical, além daquelas que eram internas devido a sua situação de órfãs.
Os anos passam e a Srª. Genésia e senhora Áurea envelhecem e têm mais dificuldade para realizar as atividades da obra. Frente a isso, a Srª. Genésia solicitou auxílio do Bispo de Aracaju, Dom Fernando Gomes para que conseguisse uma congregação religiosa (de Irmãs) que assegurasse a continuidade da Obra. Assim, diante da solicitação, o referido bispo, contatou algumas congregações religiosas, mas a única que veio aceitar a proposta foi a Congregação das Irmãs Ministras dos Enfermos de São Camilo (Camilianas). As Irmãs assumiram, com Dona Bebé, o Oratório em 1952.
Procedido ao ato regular de doação do Oratório festivo em 16 de março de 1952, para a congregação das irmãs Ministras dos Enfermos, aproveitou-se o momento para que o Bispo D. Fernando Gomes concedesse a permissão de constituir, neste mesmo espaço, a etapa de formação para as novas Irmãs - o noviciado. Sendo assim, as irmãs da Congregação, ao longo dos anos mantiveram a partir de trabalhos voluntários e com dedicação exclusiva a obra social com Orientação educacional, escola regular, abrigamento de crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social, cursos para as famílias da comunidade, momentos de lazer e lúdicos.
Atualmente, o Oratório festivo São João Bosco, desenvolve o projeto social “Sinfonia, Cultura em Arte”   no contraturno da tarde, oferecendo reforço escolar, oficinas artísticas, culturais e esportivas, assistência espiritual, odontológica,  com capacidade para atender 65 crianças e adolescentes, de 06 a 12 anos.
As crianças e adolescentes são provenientes de famílias muito carentes sob todos os aspectos e em situação de vulnerabilidade. Frequentam escolas da rede pública, e são acompanhadas por esta Instituição tanto na frequência quanto no aproveitamento, constituindo um trabalho conjunto entre a escola, a família e o Oratório de Bebé.
Além destas oficinas, o Oratório de Bebé desenvolve um Projeto de Sustentabilidade Ecológica com o cultivo da horta, com a assessoria de agro tecnólogo, onde as crianças aprendem a valorizar a alimentação saudável, através de todo o processo de semeadura, cultivo e consumo de hortaliças, conhecendo também as propriedades de cada hortaliça.  Todas atividades e ações do Oratório de Bebé visam a educação para a sustentabilidade para a garantia da preservação do meio-ambiente e qualidade de vida para todos. 
O Oratório festivo São João Bosco vem desenvolvendo ao longo dos anos um leque de atividades sociais voltadas para crianças e adolescentes e suas famílias através de receitas oriundas de doações em dinheiro ou bens recebidos de pessoas físicas, jurídicas ou do poder público (quando há chamada de edital para apresentação de projetos), e promoções próprias como bazar, brechó e bingo.
Podemos pontuar que, ao longo dos mais de cem anos,  foram desenvolvidos alguns projetos tais como: Canto coral; Aulas de ballet; Projeto sopro vida, para execução de oficinas em artesanato; Projeto brincando e Aprendendo, para a execução de atividades lúdicas com crianças e adolescentes; retalhos de amor (às sextas-feiras para as mães das crianças com objetivo de geração de renda para elas), todos com objetivo de resgatar valores éticos e o fortalecimento de vínculos familiares.
É significativa a interação com a Comunidade. Sempre há grupos de jovens, de colégios, de universidades, de Paróquias, Pessoas físicas que vêm trazer lanche, doações e desenvolver alguma atividade educativa, recreativa, pedagógica.
Pelo que se ouve falar de Dona Bebé - que faleceu atropelada na Rua João Pessoa, por um Jeep que perdendo a direção subiu a calçada a esmagou contra a parede, e ela veio a falecer  - no dia 14 de setembro de 1960 -   pode-se dizer que sua fama de santidade, passa de geração em geração e  está presente em toda a sociedade Sergipana que teve a honra e a graça de conhece-la. Junto de Deus ela intercede por graças e bênçãos por todos que continuam ajudando o seu Oratório tão sonhado e tão querido por ela, concretizado em meio a tantos desafios.
Nas horas difíceis em que não havia alimento e precisavam de tudo, ela se punha de joelhos em oração. Sua fortaleza de fé e esperança, confiança em Deus e admiração por Dom Bosco a colocaram sempre de pé por entender que esta é uma obra querida por Deus para o bem das crianças e adolescentes que, ainda hoje, com muito amor são acolhidas e ajudas a construir-se cidadãos e cidadãs do amanhã. Assim podemos sonhar um mundo melhor!

A Educação é Obra do Coração.
DOM BOSCO
VIGÊNCIA: 04/04/2018 a 04/04/2021

RELAÇÃO NOMINAL ATUALIZADA DOS DIRIGENTES DA OSC

(art. 34, VI da Lei n° 13.019/2014, inciso VI e Decreto nº 8726/16, art.26, inciso VII )

PRESIDENCIA
MARISA INÊZ MOSENA

VICE-PRESIDENCIA
GENI DE MARCO

SECRETARIA
MARIA ELENILZA SILVA SANTOS

FINANCEIRO
ADILES TEREZINHA SCHÄFER


Nome: ANA CRISTINA DE OLIVEIRA
Função: Faxineiro

Nome: EDIVANIA SILVA SANTOS
Função: Aux. de Escritório em Geral

Nome: EDNEIDE AVELINO DA SILVA
Função: Faxineiro

Nome: INES VIDAL DO NASCIMENTO
Função: Cozinheiro Geral

Nome: JOSEFA OLIVEIRA DA SILVA
Função: Faxineiro

Nome: JOSIMARA PEREIRA DE JESUS
Função: Faxineiro

Nome: MARIA ELENILZA SILVA SANTOS
Função: Assistente Social

Nome: MARIA SILVANIA DOS SANTOS
Função: Faxineiro

Nome: MARIA SOARES LIMA
Função: Faxineiro

Nome: PEDRO ELENILTON SILVA SANTOS
Função: Faxineiro

Nome: TEREZA VIRGINIA ALVES OLIVEIRA
Função: Faxineiro

Nome: VALDETE DOS SANTOS
Função: Cozinheiro Geral
ORATÓRIO FESTIVO SÃO JOÃO BOSCO
Av. Desembargador Maynard, 1276 - Bairro Cirurgia
CEP: 49055-210 Aracaju - Sergipe - Brazil - Tel: (55) 79 3214-3268
CNPJ: 13.039.391/0001-08